Como abrir uma empresa no Uruguai

Independentemente da natureza do seu negócio, há muitas vantagens em abrir uma empresa no Uruguai. Por exemplo, você pode trabalhar com clientes em todo o mundo, desde que possa importar e exportar mercadorias. As regulamentações do país também permitem que você alugue escritórios ou detenha ações em outra empresa do Uruguai.

Documentação necessária para abrir uma empresa no uruguai

Existem vários documentos necessários para iniciar um negócio no Uruguai. Os principais documentos incluem o nome da empresa, seu domicílio, capital e o nome e endereço do administrador. Além disso, você precisará arquivar certos dados financeiros no Banco Central do Uruguai. Se você pretende operar uma empresa no Uruguai, também precisará registrar uma conta bancária.

As empresas uruguaias precisam de um representante legal que atuará em nome da empresa junto ao governo e cuidará dos processos legais. Este representante pode ser um indivíduo local ou estrangeiro. Se você escolher um estrangeiro como seu representante legal, você precisará fornecer uma Procuração assinada por ambas as partes. Você também precisará legalizar e apostilar toda a documentação de outros países e obter uma tradução da mesma.

Ao chegar ao Uruguai, você precisará obter uma carteira de identidade da Direção Nacional de Identificação Civil. Isso permitirá que você trabalhe legalmente no país. Este documento lhe dará uma vantagem competitiva ao abrir uma empresa no Uruguai. Depois disso, você precisará registrar sua empresa no registro comercial do país.

O tipo de empresa mais comum para se registrar no Uruguai é uma sociedade de responsabilidade limitada (SRL). Estas empresas não são limitadas por capital e podem desenvolver qualquer tipo de negócio. Além disso, seus acionistas são responsáveis ​​apenas pelo aporte de capital. Portanto, as sociedades de responsabilidade limitada são preferidas pelas pequenas e médias empresas. Também é importante observar que você pode ter até 50 parceiros em sua empresa no Uruguai. Um parceiro pode até ser 100% estrangeiro.

O Uruguai possui um ambiente de negócios diversificado e é um dos melhores países da América Latina para negócios. A atividade econômica do país é dividida em três setores principais. A agricultura compreende o maior setor e emprega 9% da força de trabalho. Também contribui para o PIB do país. Produtos alimentícios, pecuária e pesca são as principais exportações.

Como parte da estrutura legal da empresa, a Uruguay Limited Liability Company é uma excelente opção para investidores estrangeiros que desejam estabelecer uma empresa no Uruguai. A sociedade de responsabilidade limitada tem baixos requisitos de capital social, é isenta de impostos e é 100% de propriedade estrangeira.

Tipos de pessoas jurídicas

Ao abrir uma empresa no Uruguai, existem vários tipos diferentes de pessoas jurídicas para escolher. Existem sociedades de responsabilidade limitada, sociedades anônimas e sociedades anônimas simplificadas. As corporações são o tipo mais comum de entidade. Eles podem ter ações ao portador ou ações nominativas como capital. As sociedades de responsabilidade limitada são outro tipo popular de sociedade.

As corporações são o tipo mais comum de pessoa jurídica no Uruguai. Dependendo do tamanho da sua empresa e do que você planeja fazer, você pode optar por uma LLC ou uma empresa simplificada. Esses tipos são semelhantes às corporações em termos de suas operações, mas não possuem as mesmas restrições que as corporações. Da mesma forma, uma empresa individual pode estar operacional em menos de 48 horas.

Ao abrir uma empresa no Uruguai, você deve primeiro encontrar um nome para sua empresa. Em seguida, obtenha o nome aprovado pelo governo local. Você também deve preencher o estatuto social da empresa. Eles devem conter detalhes sobre a finalidade comercial, proprietários e parceiros. Esses documentos precisam ser autenticados em cartório para comprovar sua autenticidade.

O tipo mais comum de empresa é uma Corporação com ações nominativas. Grandes entidades empresariais adotam esse tipo de estrutura. Não possui limitações de operação, mas pode precisar de autorização prévia do estado antes de se envolver em algumas atividades. Os acionistas e diretores de uma Corporação podem ser cidadãos uruguaios ou estrangeiros.

O Uruguai é uma opção atraente para empresas internacionais, pois possui um clima de negócios diversificado. Com uma população de cerca de 3,5 milhões de pessoas, é um dos países latino-americanos mais prósperos para fazer negócios. A economia do país é dividida em três setores. A agricultura compõe o maior setor e contribui com 6% para o PIB do país. Outras indústrias importantes incluem a pesca e a criação de gado.

Impostos

Ao abrir uma empresa no Uruguai, existem algumas opções de impostos diferentes disponíveis para você. A primeira é uma empresa simplificada, muito parecida com uma LLC. A outra opção é uma sociedade unipessoal, que é mais como uma corporação. Uma empresa simplificada pode estar totalmente operacional em 48 horas.

Existem também algumas isenções que se aplicam a certos tipos de renda. Por exemplo, se você ganhar juros sobre a dívida pública ou for acionista de uma empresa de propriedade de outra pessoa, você não deverá pagar impostos sobre esses juros. Outra exceção é se você trabalha na indústria da construção ou na indústria de serviços.

Além disso, ao abrir uma empresa no Uruguai, você deverá registrar todos os novos funcionários no BPS ou no Banco de Previsão Social. O BPS verificará se a empresa foi registrada na DGI e está pagando impostos. Você também precisará apresentar uma declaração mensal listando o número de funcionários, os salários que eles recebem e os impostos que você pagou e reteve.

O Uruguai tem um ambiente de negócios muito diversificado e é um dos melhores países da América Latina para a criação de uma empresa. Sua economia é dividida em três grandes setores. A agricultura é o maior setor de exportação, empregando quase 9% da força de trabalho do país e contribuindo com mais de 6% do PIB. Este setor também abrange a pesca, a pecuária e as indústrias de alimentos.

Outra consideração importante ao abrir uma empresa no Uruguai são suas obrigações fiscais. O país tem uma taxa de imposto de renda baixa, mas isso não significa que você pagará menos que seus pares. E lembre-se que se sua empresa estiver em um tratado de dupla tributação, você pode estar isento dos impostos do Uruguai.

O Uruguai tem dois regimes tributários básicos, ambos baseados no tipo de renda que você ganha. O IRNR é um imposto direto sobre não residentes que não possuem PE no Uruguai. O IRNR inclui todos os rendimentos derivados de uma fonte uruguaia. No entanto, os impostos IRAE não incluem os lucros das empresas.

Regulamentos

Para abrir uma empresa no Uruguai, você deve cumprir os requisitos legais estabelecidos pelo governo. Todas as empresas devem pagar impostos à Direccion General Impositiva, uma agência governamental que supervisiona a cobrança e administração de impostos. As empresas no Uruguai devem ser organizadas de forma especializada, com uma assembleia anual de acionistas. Além disso, uma empresa deve ter pelo menos um sócio fundador e ter aporte de capital de 25% a 50% de cada sócio.

O governo uruguaio incentiva os investidores estrangeiros a investir em sua economia. O governo aprovou uma lei de falências em 2008 que simplifica os procedimentos de falência e incentiva os credores a fazer acordos com os credores. Também protege os direitos dos trabalhadores e credores, evitando a falência deliberada ou intencional. O Uruguai ocupa o segundo lugar na América do Sul no Relatório Doing Business 2020.

Uma empresa pode ser organizada como uma SRL (sociedade unipessoal de responsabilidade limitada) ou uma sociedade anônima (SAS). Existem várias opções para abrir uma empresa no Uruguai. Em primeiro lugar, deve identificar o tipo de entidade comercial que pretende. Cada tipo tem diferentes oportunidades de negócios. Os tipos mais comuns são SRLs e LLCs. SRLs são ideais para um empreendimento com poucos sócios e capital. Nesse tipo de entidade, os sócios compartilham a responsabilidade de administrar a empresa e não são pessoalmente responsabilizados por suas obrigações.

Em segundo lugar, existem regimes especiais de importação e exportação. Por exemplo, o país oferece importações isentas de impostos de matérias-primas e produtos intermediários. No entanto, o governo deve aprovar o empreendimento antes que ele possa começar a exportar produtos acabados. Além disso, os portos francos do Uruguai são considerados áreas especiais onde as mercadorias permanecem isentas de direitos de importação.

Terceiro, o governo oferece incentivos para investidores estrangeiros. Além dos incentivos fiscais, o Uruguai também oferece empréstimos especiais em dólares locais e norte-americanos. Isso é benéfico para os investidores estrangeiros porque eles podem manter seus fundos importados. Além disso, há uma variedade de formulários de registro comercial que podem ser usados ​​para registrar uma empresa no Uruguai.

Por último, o sistema judicial do Uruguai é independente do poder executivo. Embora os críticos tenham criticado o judiciário do país por ser lento, o governo raramente interfere em questões judiciais. Se surgir uma disputa, os investidores podem recorrer aos tribunais locais ou internacionais. No caso de investidores internacionais, também é possível ajuizar uma convenção de arbitragem. Além disso, o judiciário uruguaio reconhece sentenças arbitrais estrangeiras.

Share

Add Your Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *