OFFSHORE PANAMÁ

Em um mundo transfronteiriço, a ascensão da empresa offshore é difícil de perder. Os negócios estão se tornando cada vez mais globalizados e, como tal, os empresários e as pessoas não estão mais restritos ao seu país de origem. Nesta seção, daremos uma olhada na constituição de uma empresa offshore, o que é , como pode beneficiá-lo e como fazê-lo . Trazer a você as informações de que você precisa, com base em nosso extenso trabalho neste campo, irá capacitá-lo a tomar decisões informadas que irão beneficiar você e seus objetivos de negócios.


O que é uma empresa offshore?

A maioria de nós já ouviu o termo “empresa offshore”, mas você realmente sabe o que significa? Simplificando, uma empresa offshore é uma empresa constituída em uma jurisdição offshore . Uma jurisdição offshore é aquela que não é a jurisdição em que você reside ou da qual você possui um passaporte.

Condições favoráveis, incluindo impostos , privacidade e flexibilidade estrutural, são os motivos mais comuns para as empresas internacionais se constituírem nessas jurisdições.

Uma diferença fundamental entre uma empresa offshore e uma empresa normal é que a empresa offshore não costuma realizar atividades comerciais no país em que está sediada. Em vez disso, a empresa conduz atividades naquele país, internacionalmente.

Por exemplo, você tem uma empresa de jogos de azar online que opera na Europa e em partes da Ásia. Estabelecer sua empresa internacional em Curaçao, mas manter suas operações em outros lugares, a torna uma empresa offshore. Dessa forma, você pode desfrutar do imposto e, neste caso, dos benefícios de licenciamento oferecidos em Curaçao enquanto atende seu mercado-alvo em outro lugar.

Algumas pessoas têm a impressão de que uma empresa offshore pode não ser legal, mas não é o caso. É um equívoco comum que as empresas offshore sejam usadas para criminosos e sonegadores de impostos que procuram esconder seus bens. Embora existam atores nefastos em todos os setores, as empresas offshore são usadas predominantemente para atividades legítimas.

A incorporação de empresa offshore não o exclui da lei; em vez disso, você está sujeito às leis dessa jurisdição . Assuntos como conformidade, contabilidade, arquivamento e licenciamento devem ser levados a sério, independentemente da jurisdição offshore que você escolher.


Principais Jurisdições para Incorporação de Empresa Offshore

  • Custos de formação de empresa
  • Prazos para incorporar
  • Língua e moeda do país
  • Contexto e um esboço geral
  • Estrutura política e sistema legal
  • Nome e restrições comerciais
  • Tratados de tributação e dupla tributação
  • Demonstrações contábeis e financeiras
  • Divulgação de proprietários benéficos
  • Requisitos de capitalização
  • Controle de câmbio

Selecionando a melhor jurisdição para minha empresa offshore

Ao decidir sobre uma jurisdição no Panamá para formação de empresa offshore, é importante considerar vários critérios diferentes. 

 Estrutura política e jurídica:

Em primeiro lugar, você deve olhar para a estrutura política e jurídica do país, para se certificar de que é adequada às suas necessidades. Se um país for instável ou possuir um sistema jurídico desnecessariamente complexo ou pouco confiável, pode não ser a escolha mais sábia para você. Você também deve estar ciente de como é a economia, quais setores estão prosperando e de quais organizações e sindicatos internacionais aquela jurisdição específica é membro.

 Limitações:

As limitações à sua empresa podem incluir restrições de nome e restrições comerciais. A maioria das jurisdições tem regras em vigor para garantir que o nome de sua empresa seja adequado, confiável e não possa ser interpretado como um estado ou entidade afiliada. Cada jurisdição offshore também possui regras em vigor sobre quais atividades você pode realizar. Você pode não conseguir negociar com determinados países ou conduzir certas atividades. Certifique-se de saber, antes de iniciar o processo de incorporação.

 Tributação

Conforme discutido acima, a tributação é uma consideração muito importante ao incorporar uma empresa offshore. Quanto imposto você pagará sobre sua receita e onde, no final das contas, você fará parte de seu sucesso. Da mesma forma, estar ciente de quaisquer acordos fiscais ou tratados de dupla tributação o ajudará a evitar ser tributado duas vezes sobre sua renda.

 Obrigações

Você também deve estar ciente de quais são suas obrigações em cada jurisdição offshore. Você pode ter que apresentar demonstrações financeiras e ser auditado? Você precisa divulgar o beneficiário ? E quanto capital você tem que colocar à frente? Isso, junto com quaisquer controles de câmbio, todos precisam ser levados em consideração em sua decisão antes de você dar o salto.

Você precisa ter certeza de que a jurisdição offshore é adequada para suas necessidades. Saber o que você pode e não pode fazer com uma empresa offshore é importante para que você não perca tempo e dinheiro formando uma empresa offshore em uma jurisdição que não é compatível.

No Canal Offshore, entendemos que cada cliente é diferente e que suas necessidades podem ter nuances incríveis. Cada jurisdição tem uma série de prós e contras e outros fatores que precisam ser considerados antes de uma decisão ser tomada. Portanto, nós o convidamos a Fale Conosco para discutir o que você deseja e o que você precisa. Então, usando nossa experiência , nos permite apontar a direção certa para suas necessidades de formação de empresa offshore.

Open chat
Olá!
Em que podemos ajudar?